Usuário:  Senha:  
 
  home / associados / premiações / dicionário / quem somos / associe-se / legislação / fale conosco   
 
 
 
Notícias / Inauguração do complexo enoturístico da LOVARA VINHAS E VINHOS.

Dados Estatísticos

Produção de Uvas

Comercialização de Vinhos
e Derivados

Importação de Vinhos e
Espumantes

Sites Interessantes

Associação Brasileira
 de Enologia


Instituto Federal - IFRS

Embrapa Uva e Vinho

Ministério do
Desenvolvimento

CONAB

Receita Federal

Ministério da Agricultura,
 Pecuária e Abastecimento

O. I. V. V.

Wines From Brazil

O mês de julho de 2009 foi marcado pela inauguração do complexo enoturístico da LOVARA VINHAS E VINHOS, projeto das famílias Benedetti e Tecchio e com o projeto arquitetônico de modernização e revitalização da vinícola foi desenvolvido pela arquiteta Wanja Hertcert e a casa dos antepassados, construída em 1887, seguiu e respeitou as técnicas de revitalização utilizadas pelo arquiteto dos Caminhos de Pedra Fernando Oltramari.

No dia 03 de julho de 2009 as famílias Benedetti e Tecchio recepcionaram autoridades, empresários, dirigentes de entidades, imprensa e amigos nas dependências do novo complexo para assim oficializar a abertura deste complexo.

A Lovara Vinhas e Vinhos, empresa das Famílias Benedetti e Tecchio, concluiu um investimento de R$ 2 milhões e presenteia o Rio Grande do Sul com uma nova atração turística na Serra Gaúcha. A empresa inaugura uma estrutura de enoturismo situada na localidade Salgado de Bento Gonçalves, junto à vinícola. Os visitantes poderão conhecer todo processo na elaboração do vinho, da colheita ao envelhecimento da bebida, e adquirir toda a linha de produtos da Miolo Wine Group em sua loja.

A nova estrutura de enoturismo faz parte da estratégia da Lovara de ligar sua marca ao conceito de “vinícola Boutique”. A empresa aproveitou sua expertise no mercado de móveis – a família Benedetti é proprietária da Bentec – e investiu em design no local. A Lovara está inserida na programação do “Caminhos de Pedra”, roteiro turístico reconhecido pelas construções históricas dos imigrantes italianos.

O investimento também abrange a modernização da vinícola. A Lovara montou uma estrutura com o que existe de mais moderno para a elaboração de vinhos. Atualmente, a empresa produz 150.000 garrafas/ano. A intenção é produzir nos próximos cinco anos 300 mil garrafas e elevar a área plantada para 38 hectares. O vinhedo situa-se nos entorno da vinicola proporcionando uma paisagem deslumbrante.

A empresa investiu na aquisição de equipamentos que fazem a recepção das uvas por gravidade e em novos tanques de inox com tamanhos entre 10 e 20 mil litros cada. As remontagens deixaram de ser mecânicas para voltarem a ser feitas manualmente (pigeage). Foi montada uma estrutura semelhante a da Miolo no Vale dos Vinhedos visando aperfeiçoar o processo de elaboração de vinhos com técnicas mais modernas, que respeitam a integridade das uvas e extraem todo o potencial de qualidade da fruta.

As mudanças em curso na Lovara iniciaram em 2004, quando a empresa anunciou uma parceria com a Miolo Wine Group para a produção e comercialização de seus vinhos. “Naquele momento, traçou-se o plano estratégico e decidiu-se o posicionamento nos próximos anos”, diz Henrique Benedetti, diretor técnico da Lovara. Em 2006, a empresa relançou o superpremium Gran Lovara, um corte de merlot (60%), cabernet sauvignon (25%) e tannat (15%) que conquistou o público por ser um vinho excelente custo-benefício.
O acordo entre as empresas também envolveu mudança das características dos vinhos da Lovara, que passaram a ser engarrafados e comercializados mais jovens e frutados. Além do Gran Lovara, a empresa é dona dos rótulos Lovara Chardonnay, Lovara Merlot e Lovara Cabernet Sauvignon.

O investimento no Complexo Enoturístico da Lovara é a terceira estrutura da Miolo Wine Group feita para visitantes. A primeira foi aberta no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, sede da Vinícola Miolo, por onde passam por ano mais de 100 mil turistas. A segunda foi inaugurada no ano passado na Fazenda Ouro Verde, no Vale do São Francisco, Bahia, e já recebe cerca de 700 visitantes por mês. A próxima etapa será investir em estrutura semelhante no Projeto Fortaleza do Seival Vineyards, na região da Campanha.

 
     
  [ by Alvo Global - Copyright © 2009 - Todos os direitos reservados ]